Filmes | Escrito na Madrugada - Part 2

/ Filmes

10fev 2015

Academia de Vampiros: O beijo das sombras (Livro e Filme)

Postado por às em Filmes, Livros

No dia 14 de dezembro ganhei alguns livros e entre eles o Academia de Vampiros: O beijo das sombras, inclusive comentei sobre ele neste post aqui. Depois de ler alguns livros que já estavam na minha meta de leitura (Como Mentirosos, Eleanor & Park e O Substituto – Minhas leituras de janeiro), decidi começar a ler o AV (Academia de vampiros). Aliás, obrigada à todos que me deram livros como presente de niver, vocês sabem que eu amo! Principalmente a Mari, que me deu o livro do qual este post falará.

Escrito Na Madrugada | ENM  Academia de Vampiros

O livro conta sobre a perspectiva da guardiã Rose (Uma dampira: Uma mistura de humanos com vampiros, que seu dever é proteger um Monroi – vampiros “normais”) e sua princesa-vampiresca-protegida, Lissa. Após dois anos fugindo da Academia de Vampiros, elas são capturadas e trazidas de volta à escola São Vladmir. E suas rotinas voltam a ser como era – ou talvez não. Além de ter que lidar com problemas comuns como adolescentes normais, viver suas paixões e sofrer as consequências da fuga, coisas estranhas acontecem ao redor das duas e estas questões trazem um tom de suspense muito intrigante pro livro. A ligação entre as duas – Rose sente alguns sentimentos e Lissa, pode ver algumas coisas pela visão dela – ajudará ou atrapalhará?

Achei o “mundo” criado pela autora Richelle Mead muito bem feito, embora alguns momentos tenha sido difícil “decorar” algumas informações. A pesar de ter me cansado um pouco de ler livros sobre o universo vampiresco (e suas vertentes, dependendo do que cada autor cria para ~seu mundo~), Academia de Vampiros me fez voltar a ter o gosto pela coisa! A narradora Rose, muito irônica e sarcástica torna a leitura dinâmica e interessante. No começo achei que precisava de um pouco mais de ação no livro, mas minha opinião final é que o livro é da autora e ela faz o que ela quiser! HAAHA Então acho que ela conseguiu escrever a dose certa e se você me prometer que a série continua assim, eu gostaria muuiiiiiito de finalizá-la! Quaaaaaaaaaaase comprei o box (Mesmo tendo o 1º livro com a capa diferente do resto, que aliás, acho que eles deviam trocar todas as capas *o* ) no submarino outro dia, cada livro estava por 10/11 reais cada! Quase não resisti! Única crítica em relação à edição física: As últimas páginas, o último capítulo se não me engano, a diagramação muda e as letras ficam menores. Pressa para terminar o livro, gente? :/

Escrito Na Madrugada | ENM  Academia de Vampiros

Com relação ao filme… Não sou de julgar o filme x livro. Não completamente. Eu sei que é difícil colocar um livro, descritivo, que a pessoa passa tempos lendo ele, na telinha com tão pouco tempo e – na maioria das vezes – muita, mas muuuuuita informação! Principalmente quando um livro se torna série… Aí pode esquecer, e pense os dois como duas coisas totalmente diferentes e praticamente escritores diferentes, sem ligação alguma.

Evitei até procurar sobre a série no google para não ter mais imagens à minha cabeça, do que a própria capa do livro. E quando o finalizei, assisti o filme. Minha decepção foi grande logo do trailer, mas pensei: “Bom… É trailer. Às vezes eles fazem essas coisas, invertem os fatos, mostram coisas que não existem e os atores/atrizes não conseguem se provar… Né?!”

Pois é… Reviraram o livro, trocaram coisas, não escolheram bem alguns atrizes e atores (A Rose eu gostei, a Lissa… Não seeeei… Aaaacho que gostei, a Natalie eu gostei!) e os elementos de mistério não tem nada a ver com o livro. Uma personagem que no livro se chama Camille no filme, Camilla. Nome lindo, só dizendo, mas não precisava né?! Com muito mais ação e sangue falso – e não muito bem feito – os efeitos deixaram a desejar. Já o tom humorístico adotado pela atmosfera do filme, se encaixou perfeitamente com os sentimentos que eu senti em boa parte do livro, já que a personagem é divertida e sarcástica como eu já disse. Ah! Comecei assistindo o dublado, mas não aguentei! Tive que me debater para achar legendado 😛 – que é como eu prefiro ver os filmes.

Então que tal assistir ao trailer?

O que achou da resenha do livro e do filme de Academia de Vampiros: O beijo das sombras ? Ficou com vontade de ler e assistir? Pois eu recomendo! 🙂

Beijos e até o próximo post!

01fev 2015

Caminhos Da Floresta (Into The Woods)

Postado por às em Filmes

É claro que eu tinha que garantir a minha ida ao cinema neste final de semana e é claro que eu devo contar para vocês como foi! O filme conta sobre um casal de padeiros (James Corden e Emily Blunt) que desejam muito ter um filho, até que um dia a bruxa (Meryl Streep) vizinha deles entra pela porta e os conta o que eles menos esperavam: A família do padeiro foi amaldiçoada,  por seu pai ter roubado da horta da bruxa, eles não poderão ter filhos. Mas, conta ela, que o feitiço pode ser desfeito se eles forem até a floresta pegar “Uma vaca branca como leite, um capuz vermelho como sangue, o cabelo amarelo como milho e o sapatinho puro como ouro”.  O casal têm apenas 3 dias para juntar todos os objetos e assim, várias histórias de contos de fadas se reúnem no mesmo filme.


Caminhos da Floresta
Caminhos da floresta

Mas, não vá achando que tudo será como nos contos de fadas originais. E é isso que mais me agradou no filme e pode deixar algumas pessoas confusas (inclusive assim que o filme acabou, ouvi uma mulher na fileira de trás dizendo que nunca viu filme mais confuso – Ok, querida. Tente assistir Inception (A Origem) ou filmes desse tipo…). O que leva as pessoas a acharem confuso é justamente o fato de que sim, há personagens de contos como Chapéuzinho vermelho, Rapunzel, Cinderella, mas há o toquezinho de realidade. O filme é tão bem feito a este ponto! Fora atrizes e atores muito bons como Anna Kendrick, Chris Pine e Johnny Depp (além dos que eu já citei) soltando a voz. <3 Sim, o filme é um musical espetacular. Confesso que nunca me interessei muito por filmes e peças assim, mas este entrou no clima. As letras, melodias e interpretações foram fantásticas! A quantidade de músicas foi ideal e juntava ainda mais as histórias e personagens. Toda a fotografia, figurino, interpretação dos atores, roteiro, etc, na minha opinião, foi ótimo. Os efeitos, cenários, cores, muito bem feitos – aliás, os designers da Disney em geral estão de parabéns! E acho que o fato de ter gostado tanto do filme foi a parte “realista” dele, imagino que se não houvesse isso, eu não sairia tão feliz do cinema. Chega de príncipes perfeitos, finais 100% felizes, e blablablá. A nossa geração que, quando éramos pequenos víamos esses filmes – ou nem tão pequenos, porque né, até hoje assistimos filmes da Disney babando! 😛 -, cresceu e percebeu que não é bem como nos filmes. E alguns acabaram frustrados hehe. Recomendo que crianças e adultos o assistem pois além de se maravilhar, rir, se emocionar, dá pra tirar muitas lições desse filme. E eu adoro filmes assim, são esses que vale a pena pagar ingresso caro para ver na telona! Vale muito a pena!

Espero que tenham gostado da “crítica” e que isso o tenha incentivado a ir agoooora no cinema! 🙂 Depois você me diz se concorda com o que eu disse, ou se tem algo a mais para acrescentar e debatermos!!

Beijos!

16dez 2014

Projeto 1 Filme Por Semana: À beira do abismo e Espantalho Assassino

Postado por às em Filmes, Projeto 1 Filme por Semana

Eu já estava morrendo de saudades de fazer posts sobre esse projeto, sabia? E ai, que falta faz ver filmes! Eu funciono assim: Certas épocas eu leio leio leio, devooro livros! Certas épocas eu intercalo entre séries e filmes. Então me deu vontade de assistir um filme de suspense/terror, perguntei aos meus amigos e um deles me recomendou “À beira do abismo“. E uma outra amiga já tinha me falado do “Espantalho assassino”, mas acabei pegando o filme errado! HAHAHA (No caso ela tinha me recomendado um que é só “O Espantalho”. Tenho que ver e contar pra vocês né? 😉 Mas por enquanto, saiba mais sobre esses dois:

À Beira do Abismo

À Beira do Abismo

 

 Um ex-policial (Sam Worthington) procurado pela justiça resolve se matar pulando do alto de um prédio de Nova York. Uma vez notificada, a polícia da cidade se mobiliza para tentar impedir que ele acabe com a própria vida, levando para o local inclusive uma policial psicóloga (Elizabeth Banks) especialmente requisitada por ele. O que ela percebe, à medida que conversa com o homem no parapeito do prédio, é que tudo o que está acontecendo ali parece cada vez mais um jogo de cena, mas, para acobertar exatamente o quê?

➸ Ok, vou contar um segredo: Eu morro de medo, não! EU TENHO PÂNICO de altura! Então passei o filme todo quase suando muito pelas mãos e os pés, de chegar a doer! HAHA É uma das poucas coisas que eu não consigo simplesmente me desconectar. Amo viajar de avião mas… Quando não tem algo protegendo o meu redor, não dá! Quando viajei para a Argentina cheguei a ficar hooooras no sol, num lugar lindo, só observando a paisagem e o pessoal que por ali passava (e isso foi legal demais, ta? Nossa! Repetiria sem dúvida!) só por que não consigo ir naqueles teleféricos onde não tem quase nada que me segura… Não tente me convencer, já tentaram isso algumas vezes haha É uma fraqueza minha, infelizmente. Voltando a falar sobre o filme: Caro amigo, adorei o filme mas isso não é muito lá o suspense que eu esperava! É aquela mistura de suspense e drama, mas confesso que é uma mistura muito boa quando feita inteligentemente! E esse filme realizou isso muito bem. Adorei!

c3a0-beira-do-abismo-2

Espantalho Assassino

iRPLhjdqFFOXe

 Por gerações, O Espantalho era uma lenda urbana que viveu nos pesadelos das crianças. Agora, o conto vai reviver os medos mais sombrios de uma cidade. Com o Festival do Espantalho, o professor Aaron Harris está punindo seis estudantes que estão em detenção. Mas os campos de milho circulando a fazenda vêm com uma lenda e os jovens vão descubrir que “ele” nunca dorme, nunca morre, não pode ser interrompido, ouve os seus gritos . O Espantalho vive para matar todos.

➸ Sabe aquelas noites de insônia onde você fica se revirando na cama? Você troca os travesseiros, tira e põe a coberta, vai ao banheiro, toma água, deita de barriga pra cima, pra baixo, pros lados, enfim! Bom, era assim que eu me sentia/estava ao assistir esse filme de “terror”. Confesso que dá vontade de dar spoiler, até porque realmente vou ser direta: Não recomendo esse filme. Algumas pessoas acham perda de tempo se assistir um filme “ruim”. Discordo, é preciso ver os ruins e os bons para se ter um senso crítico.
O começo é bem normal, alguns adolescentes, alguns pares ou triângulos amorosos e uma lenda, que no caso, se tratava de um espantalho assassino. O monstro no filme realmente aparece – há filmes com “monstros” ocultos ou onde só mostram detalhes, né?! Esse filme realmente mostra mas os efeitos “especiais” não foram tratados com muito cuidado e ficou meio mal feito. Como que a menina – que por sinal a atriz é Lacey Chabert, de Meninas Malvadas –  ia conseguir afundar um barco enooooooorme sozinha? Um filme de “terror” comum, e um pouco sem sentido.

p44vexU

 

Tenho assistido à alguns filmes mas esses dois foram os últimos que assisti – e que deu tempo de contar para vocês! Em breve vem muito mais coisas! Agora estou de férias e embora esteja uma semana sem meu note, prometo que para semana que vem… Coisas muito legais vem por aí 😀 Haha Então acompanhe aqui no Escrito na Madrugada, no youtube, instagram, facebook, tudo tudo tudo!

Beijooooooooo!

26mar 2014

Quarta-feira navegando

Postado por às em Filmes, Séries, Textos
Olá, Fucktastics! Tudo bem com vocês? Comigo também. Meu sono tem me pegado cedinho, lá pelas 20h (Vai entender?!), então a semana tem sido muito sonolenta. Tentei mexer nos comentários do blog pra deixá-los mais bonitinhos mas ainda não consegui dar um jeito. Dá problema e dor de cabeça. Haha Por enquanto vai permanecer só os comentários do Facebook, e vocês, sintam-se a vontade para comentar! Adoro! Logo logo terão mais umas mudancinhas no blog e futuramente – estou rezando para que seja o quanto antes – um sorteio! Iei! Torçam pra que seja logo e então fiquem ligados no blog! To viciadona em Candy Crush – Sim, sou atrasada, eu sei haha. E a aula já está ficando hardcore! Porém, em alguns intervalos do dia, vi várias coisas legais na internet, que valem a  pena compartilhar com vocês!
American Horror Story 
Pra quem já é fã da série, deve ficar bem feliz ao saber que já se têm o tema E o nome da próxima temporada. Pra quem não sabe como funciona, cada temporada tem um tema (há!), e muitas dos atores da primeira temporada aparecem na segunda, terceira, e assim vai. Porém os próprios atores interpretam papéis diferentes, então você tem que se desapegar. Nessa quarta temporada que virá, o tema escolhido foi “Circo” e o nome “Freak show”. Houve boatos que talvez seria sobre “Pós-holocausto” ou Circo mesmo. Depois de alguns meses então, temos agora a revelação feita pelo criador da série, Ryan Murphy. Mais detalhes sobre a série, vem aí em forma de post único. Esperem!

Les Revenants 
A série francesa – que eu aaaaaaaaaaaaaaaaaamo e PRECISO contar pra vocês em detalhes em algum post único taaaaambém -, que foi lançada em 26 de novembro a 17 de dezembro de 2012 e teria a segunda temporada lançada agora em 2014, mas houve um problema na finalização dos roteiros. Poxa, produção! Poxa, roteiristas! Eu puxava a orelha! As filmagens eram pra começar a serem gravadas agora em fevereiro, a atriz Alix Poisson comentou que começarão em setembro, mas não há nada oficial! Bora torcer para que comecem logo essas filmagens, a série é maravilhosa, sério! Porém, não assistam o filme com o mesmo nome, é perca de tempo.

Filme bom por vir?
O produtor de “A vila”, “Sinais” e “Sexto sentido”, já está trabalhando no seu próximo filme de terror, que deve sair ainda este ano. M. Night Shyamalan (indiano) já fez filmes tão fucktastics que nunca serão esquecidos por aqueles que os assistem, incluindo os não-amantes de suspense. Porém, seu filme “O Último Mestre do Ar” (2010) tem causado polêmica e repulsa dos críticos e do público. O nome do filme, de baixo orçamento, será “Sundowning” (Sundowning, ou síndrome do pôr do sol, afeta algumas pessoas que têm doença de Alzheimer e demência. As pessoas com demência “pôr do sol” passam por períodos de confusão e agitação aumentou quando o sol se põe — e às vezes durante a noite. Sundowning pode impedir as pessoas com demência de dormir bem. Ele também pode torná-los mais propensos a vagar. Sundowning é uma causa comum de cuidador burnout.). “O suspense seguirá uma mãe solteira que visita a casa dos pais com seus dois filhos. Como o título sugere, um dos avós deve sofrer de sundowning, condição que afeta pessoas com Alzheimer no anoitecer. Os pacientes ficam confusos e irritadiços com a falta de luz natural.” Fontes: Omelete e Maskaran. O filme terá como protagonista uma humorista, Kathryn Hahn (Família do Bagulho, Como perder um homem em 10 dias). Será que ele vai voltar a fazer filmes ótimos ou …? Vamos ver! Quem aí ficou ansioso?

Vídeos

 

Música

05jan 2014

Filmes Nacionais que valem a pena assistir!

Postado por às em Filmes

Oi oi oi! Quem aí já viu o post sobre filmes de Suspense que assisti ultimamente? Quem gostou dele, vai gostar desse aqui também! Bom, quanto a filmes nacionais, a galera tem um certo preconceito, né? Mas eu boto fé sim, na indústria brasileira de filmes. Principalmente nos últimos anos. Já vi muitos filmes brasileiros que não prestam, inclusive um de terror, que foi HO-RRÍ-VE-L (separado assim de propósito), vendo o trailer de novo aqui, deu pra ter o melhor do filme já. Imagine o resto. É, o filme é bem esse trailer aí e pronto. Fiquei sabendo que vai sair mais um de terror: Quando eu era vivo. Com o Antonio Fagundes e a Sandy. Agora é só esperar pra ver se é bom mesmo né? Mas tenho que admitir que filmes nacionais não são os que ponho prioridade. Porém, ultimamente tenho assistido e acertado! Bora lá então?

2 coelhos (2012): “Após se envolver em um grave acidente automobilístico, no qual uma mulher e seu filho são mortos, Edgar (Fernando Alves Pinto) é indiciado, mas consegue escapar da prisão graças à influência de um deputado estadual. Logo em seguida ele parte para uma temporada em Miami, onde retorna com um elaborado plano em que pretende atingir tanto o deputado que o ajudou, símbolo da corrupção política, quanto Maicon (Marat Descartes), um criminoso que consegue escapar da justiça graças ao suborno de políticos influentes.”

Confesso que faz bastante tempo que vi esse filme, então não lembro muita coisa. Sei que eu não gosto muito de filme com tiroteio e papapa, mas esse me deixou encantada. É muito bem feito, muito genial! E ficou memorável tipo: “Esse é aquele filme massa”, sabe? Indico!

                              ✰Devo confessar que filmes os de comédia são os meus preferidos na 
“categoria nacional”. Não são todos que me agradam né, mas outros fazem muito muito bem seu papel. Eles conseguem fazer você rir, parar pra pensar sobre coisas cotidianas, sobre questões intrapessoais, sobre as pessoas ao nosso redor, e no fim… Nos emocionar!

O concurso (2013): “O gaúcho Rogério Carlos (Fábio Porchat), o paulista Bernardinho (Rodrigo Pandolfo) e o cearense Freitas (Anderson Di Rizzi) conseguiram se dar bem em um concurso público para se tornar juiz, mas ainda falta uma última etapa, que será realizada no Rio de Janeiro. Para isso, os três viajam para a Cidade Maravilhosa e lá encontram o quarto candidato, Caio (Danton Mello), um carioca que acaba colocando todos numa tremenda enrascada por conta da ideia de conseguir o gabarito faltando menos de 48 horas para o dia D. Para isso dar certo, todos precisarão lidar com a bandidagem e um deles acaba encontrando uma antiga namoradinha (Sabrina Sato) dos tempos da juventude. Aí, a confusão só aumenta e o dia da prova está chegando. Será que eles vão conseguir se dar bem?”

Esse filme é bom. É estilo “Corrida maluca”. Bem bem bom! Depois de ver esse filme, fiquei vendo esses atores em todo canto, você provavelmente vai reconhecê-los! Vi o filme no mesmo dia em que vi aquele “Black Rock” do post dos filmes de Suspense, e ESSE é que fez valer o dia, sabe como é? Haha

Odeio o dia dos namorados (2013): “Débora (Heloísa Périssé) é uma publicitária que sempre privilegiou a carreira em detrimento de sua vida amorosa. Entretanto, ambas se misturam quando ela precisa trabalhar em uma importante campanha para o Dia dos Namorados cujo cliente é Heitor (Daniel Boaventura), seu ex-namorado, que foi dispensado por ela de forma humilhante. Diante desta situação, ela ainda precisa lidar com a inesperada visita do fantasma de seu amigo Gilberto (Marcelo Saback), que tenta fazer com que ela repense a vida e descubra o que as pessoas realmente pensam dela.”

Esse filme traz um ensinamento muito bom pra gente. Levar a vida numa boa, amar! Bom pra assistir com seu love <3

Minha mãe é uma peça (2013): “Dona Hermínia (Paulo Gustavo) é uma mulher de meia idade, divorciada do marido (Herson Capri), que a trocou por uma mais jovem (Ingrid Guimarães). Hiperativa, ela não larga o pé de seus filhos Marcelina e Juliano (Mariana Xavier e Rodrigo Pandolfo), sem se dar conta que eles já estão bem grandinhos. Um dia, após descobrir que eles consideram ela uma chata, resolve sair de casa sem avisar para ninguém, deixando todos, de alguma forma, preocupados com o que teria acontecido. Mal sabem eles que a mãe foi visitar a querida tia Zélia (Sueli Franco) para desabafar com ela suas tristezas do presente e recordar os bons tempos do passado.”

Assisti esse filme com… ADVINHA QUEM? HAHAHA Minha mãe! E nós duas amamos. Eu me segurei ao máximo pra não chorar no final, mas minha mãe sabe o que é ser mãe (dãã), então não aguentou. Haha Esse sim é daqueles filmes que dá pra dar gargalhadas altas.


Meu passado me condena – O filme (2013): “Quando Fábio (Fábio Porchat) e Miá (Miá Mello) se encontram, é amor à primeira vista. Eles se casam um mês depois de se conhecerem e decidem viajar à Europa em um cruzeiro em lua de mel. Só que, durante a viagem, eles encontram seus antigos namorados, Beto (Alejandro Claveaux) e Laura (Juliana Didone), que hoje estão juntos e também passam sua lua de mel.”

Assisti ele esses dias. Não gosto muito de ver filmes que depreciam o casamento, sabe? Mas esse mostra que há pessoas que são feitas uma para as outras, que casamento mesmo não sendo algo perfeito, é algo ótimo se você está com a pessoa certa.

Bom pessoal, espero que tenham gostado! AVISO: Se for ver essa lista de filmes, você dará boas gargalhadas! AVISO 2: Essa lista pode mudar seu conceito e preconceito sobre filmes brasileiros!
Beijinhos!

UP!