Filme | Escrito na Madrugada

/ filme

14ago 2017

Nu (Naked) || Resenha

Postado por às em Filmes

Hoje assisti um dos novos filmes da Netflix: Nu. Vi a propaganda do mesmo no facebook e vi que era com o Marlon Wayans. Sempre gostei dos filmes desse ator/produtor/roteirista, então é só ele lançar um filme que, mesmo sabendo que talvez seja MUITO RUIM (por exemplo: 50 tons de preto, inatividade paranormal haha) então assim que tive oportunidade, fui assistir!

Remake do filme Naken (2000), Rob Anderson (interpretado pelo Marlon) não é aquele partidão responsável que todo pai quer que a filha se case. Neste filme a pretendida é Megan Swope, interpretada pela Regina Hall. Esses dois são A dupla da comédia para mim <3 Achei que o tiro seria CERTEIRO vendo eles na telinha, juntos, novamente. E o que era pra ser um dia organizadinho e maravilhoso na vida dos dois pombinhos se torna um pesadelo para Rob! Ele acorda sem roupa em um elevador e descobre que não importa o que faça ele tem que repetir as últimas horas – voltando ao nu-pelado no elevador.

Para uma comédia com Marlon Wayans e Regina Hall eu achei bem menos “escrachado” (deu até para conhecer a voz séria dela), mas era algo que eu gostava muito nos dois – o exagero. Porém, devo pontuar que as comédias hoje em dia têm se transformado devido o “mimimi” (maioria das vezes necessário) do século. Quanto ao roteiro, por mais que seja no formato de que a pessoa tenha que voltar no tempo e repetir os mesmos fatos até achar uma solução, achei criativo em sua forma. Muitos desafios e personagem esperto (e nu!!) hahah.

E aí, já assistiu Nu hoje? 😛

10fev 2015

Academia de Vampiros: O beijo das sombras (Livro e Filme)

Postado por às em Filmes, Livros

No dia 14 de dezembro ganhei alguns livros e entre eles o Academia de Vampiros: O beijo das sombras, inclusive comentei sobre ele neste post aqui. Depois de ler alguns livros que já estavam na minha meta de leitura (Como Mentirosos, Eleanor & Park e O Substituto – Minhas leituras de janeiro), decidi começar a ler o AV (Academia de vampiros). Aliás, obrigada à todos que me deram livros como presente de niver, vocês sabem que eu amo! Principalmente a Mari, que me deu o livro do qual este post falará.

Escrito Na Madrugada | ENM  Academia de Vampiros

O livro conta sobre a perspectiva da guardiã Rose (Uma dampira: Uma mistura de humanos com vampiros, que seu dever é proteger um Monroi – vampiros “normais”) e sua princesa-vampiresca-protegida, Lissa. Após dois anos fugindo da Academia de Vampiros, elas são capturadas e trazidas de volta à escola São Vladmir. E suas rotinas voltam a ser como era – ou talvez não. Além de ter que lidar com problemas comuns como adolescentes normais, viver suas paixões e sofrer as consequências da fuga, coisas estranhas acontecem ao redor das duas e estas questões trazem um tom de suspense muito intrigante pro livro. A ligação entre as duas – Rose sente alguns sentimentos e Lissa, pode ver algumas coisas pela visão dela – ajudará ou atrapalhará?

Achei o “mundo” criado pela autora Richelle Mead muito bem feito, embora alguns momentos tenha sido difícil “decorar” algumas informações. A pesar de ter me cansado um pouco de ler livros sobre o universo vampiresco (e suas vertentes, dependendo do que cada autor cria para ~seu mundo~), Academia de Vampiros me fez voltar a ter o gosto pela coisa! A narradora Rose, muito irônica e sarcástica torna a leitura dinâmica e interessante. No começo achei que precisava de um pouco mais de ação no livro, mas minha opinião final é que o livro é da autora e ela faz o que ela quiser! HAAHA Então acho que ela conseguiu escrever a dose certa e se você me prometer que a série continua assim, eu gostaria muuiiiiiito de finalizá-la! Quaaaaaaaaaaase comprei o box (Mesmo tendo o 1º livro com a capa diferente do resto, que aliás, acho que eles deviam trocar todas as capas *o* ) no submarino outro dia, cada livro estava por 10/11 reais cada! Quase não resisti! Única crítica em relação à edição física: As últimas páginas, o último capítulo se não me engano, a diagramação muda e as letras ficam menores. Pressa para terminar o livro, gente? :/

Escrito Na Madrugada | ENM  Academia de Vampiros

Com relação ao filme… Não sou de julgar o filme x livro. Não completamente. Eu sei que é difícil colocar um livro, descritivo, que a pessoa passa tempos lendo ele, na telinha com tão pouco tempo e – na maioria das vezes – muita, mas muuuuuita informação! Principalmente quando um livro se torna série… Aí pode esquecer, e pense os dois como duas coisas totalmente diferentes e praticamente escritores diferentes, sem ligação alguma.

Evitei até procurar sobre a série no google para não ter mais imagens à minha cabeça, do que a própria capa do livro. E quando o finalizei, assisti o filme. Minha decepção foi grande logo do trailer, mas pensei: “Bom… É trailer. Às vezes eles fazem essas coisas, invertem os fatos, mostram coisas que não existem e os atores/atrizes não conseguem se provar… Né?!”

Pois é… Reviraram o livro, trocaram coisas, não escolheram bem alguns atrizes e atores (A Rose eu gostei, a Lissa… Não seeeei… Aaaacho que gostei, a Natalie eu gostei!) e os elementos de mistério não tem nada a ver com o livro. Uma personagem que no livro se chama Camille no filme, Camilla. Nome lindo, só dizendo, mas não precisava né?! Com muito mais ação e sangue falso – e não muito bem feito – os efeitos deixaram a desejar. Já o tom humorístico adotado pela atmosfera do filme, se encaixou perfeitamente com os sentimentos que eu senti em boa parte do livro, já que a personagem é divertida e sarcástica como eu já disse. Ah! Comecei assistindo o dublado, mas não aguentei! Tive que me debater para achar legendado 😛 – que é como eu prefiro ver os filmes.

Então que tal assistir ao trailer?

O que achou da resenha do livro e do filme de Academia de Vampiros: O beijo das sombras ? Ficou com vontade de ler e assistir? Pois eu recomendo! 🙂

Beijos e até o próximo post!

01fev 2015

Caminhos Da Floresta (Into The Woods)

Postado por às em Filmes

É claro que eu tinha que garantir a minha ida ao cinema neste final de semana e é claro que eu devo contar para vocês como foi! O filme conta sobre um casal de padeiros (James Corden e Emily Blunt) que desejam muito ter um filho, até que um dia a bruxa (Meryl Streep) vizinha deles entra pela porta e os conta o que eles menos esperavam: A família do padeiro foi amaldiçoada,  por seu pai ter roubado da horta da bruxa, eles não poderão ter filhos. Mas, conta ela, que o feitiço pode ser desfeito se eles forem até a floresta pegar “Uma vaca branca como leite, um capuz vermelho como sangue, o cabelo amarelo como milho e o sapatinho puro como ouro”.  O casal têm apenas 3 dias para juntar todos os objetos e assim, várias histórias de contos de fadas se reúnem no mesmo filme.


Caminhos da Floresta
Caminhos da floresta

Mas, não vá achando que tudo será como nos contos de fadas originais. E é isso que mais me agradou no filme e pode deixar algumas pessoas confusas (inclusive assim que o filme acabou, ouvi uma mulher na fileira de trás dizendo que nunca viu filme mais confuso – Ok, querida. Tente assistir Inception (A Origem) ou filmes desse tipo…). O que leva as pessoas a acharem confuso é justamente o fato de que sim, há personagens de contos como Chapéuzinho vermelho, Rapunzel, Cinderella, mas há o toquezinho de realidade. O filme é tão bem feito a este ponto! Fora atrizes e atores muito bons como Anna Kendrick, Chris Pine e Johnny Depp (além dos que eu já citei) soltando a voz. <3 Sim, o filme é um musical espetacular. Confesso que nunca me interessei muito por filmes e peças assim, mas este entrou no clima. As letras, melodias e interpretações foram fantásticas! A quantidade de músicas foi ideal e juntava ainda mais as histórias e personagens. Toda a fotografia, figurino, interpretação dos atores, roteiro, etc, na minha opinião, foi ótimo. Os efeitos, cenários, cores, muito bem feitos – aliás, os designers da Disney em geral estão de parabéns! E acho que o fato de ter gostado tanto do filme foi a parte “realista” dele, imagino que se não houvesse isso, eu não sairia tão feliz do cinema. Chega de príncipes perfeitos, finais 100% felizes, e blablablá. A nossa geração que, quando éramos pequenos víamos esses filmes – ou nem tão pequenos, porque né, até hoje assistimos filmes da Disney babando! 😛 -, cresceu e percebeu que não é bem como nos filmes. E alguns acabaram frustrados hehe. Recomendo que crianças e adultos o assistem pois além de se maravilhar, rir, se emocionar, dá pra tirar muitas lições desse filme. E eu adoro filmes assim, são esses que vale a pena pagar ingresso caro para ver na telona! Vale muito a pena!

Espero que tenham gostado da “crítica” e que isso o tenha incentivado a ir agoooora no cinema! 🙂 Depois você me diz se concorda com o que eu disse, ou se tem algo a mais para acrescentar e debatermos!!

Beijos!

UP!