Pessoal | Escrito na Madrugada - Part 3

/ pessoal

31ago 2014

Me desculpa, Camila.

Postado por às

Como pode uma futura designer – que já executa um pouco da sua profissão – ficar sem imaginação para as próprias coisas, as pessoais, aquelas que necessitam de um autoconhecimento? Pois é, ultimamente parece que tenho descobrido que eu conheço bastante coisa, sei de muita coisa, estudo e gosto de estudar um pouco de tudo, mas me conhecer? Ta difícil. Já passaram por isso algum dia? Me sinto meio sozinha nisso. Como pode uma pessoa morar neste corpo, viver por aqui, conviver com as coisas, respirar, fazer, se interessar mas não realmente se conhecer? É meio estranho de pensar, e mais ainda de sentir. Me sinto quase uma marionete, alguém tem me levado por aí e feito as coisas que tenho feito no automático. Ou quase. Pois sinto que estou no caminho certo, só que ao chegar as ruas mais estreitas, não consigo me decidir qual pegar. Justamente por isso.
É como diz meu pai: “Quando você não sabe onde chegar, todos os caminhos levam à lugar nenhum”. É, pai. Estou nessa novamente.

Vou ser sincera, quase todas às vezes que tive que tomar alguma decisão na minha vida tinha que ser assim, no impulso, de repente. Natural, mas tão espontâneo que me deixa assustada. Seria assim mesmo que as coisas tem que ser?

De início tenho vontade e sei que preciso emagrecer mas acabo não tendo muitas forças para continuar com a disciplina que isso precisa. Até por que todas as dores que sinto no joelho, nas juntas em geral, não ajudam em nada. No fundo no fundo sei que preciso e também que sinto vontade de fazer exercícios. Ao subir um degrau de escada essa vontade já se vai. Vivo cansada. Ééééééééééé uma Zumbi ambulante que fala e escreve pra um blog também.

Não sei se esse bloquei todo de criatividade se dá pelos motivos
a) Fiquei algumas semanas em BC, e quando demoro assim pra voltar pra casa, já começo a ficar estressada e a criatividade indo embora. Não sei o motivo.
b) Coisas estressantes em casa
c) Coisas estressantes da faculdade 
d) Ou nenhuma dessas e eu que levo tudo muito no estresse. Ooooooo espinhas! Oooooooo ataque ao chocolate! 
Tenho que ser mais tranquila, aham. Já fui muito pior, sei também. Vamos melhorando de pouquinho em pouquinho então.

Vai ver – lá no fundo de novo – sinto que ninguém põe realmente “fé” em mim. Nos projetos que eu sempre tive, nas coisas das quais eu sou capaz. Inclusive eu, sempre me subestimei muito. Me desvalorizando e etc. Novamente, sinto que eu estou melhorando nisso,  porém não parece que depende só de mim. Convencer e mostrar aos outros que estão enganados sim, mas conseguir mudar a ideia, a impressão que as pessoas têm de mim, é difícil. Mas não impossível. Insegurança sempre fez parte de mim, infelizmente. Não sei em que ponto da minha vida adquiri esse “mau hábito”, nem sei onde vou realmente exterminá-lo. Aos poucos, aos poucos…

De alguns jeitos eu já sei como funciono, mas muita coisa ainda estou para descobrir. Me pergunto quanto tempo ainda falta pra descobrir, se não será tarde demais, esse é o meu medo. De descobrir tarde demais, de não conseguir realizar meus sonhos e todos os meus desejos.
Muitas mudanças estão por vir, sinto. Acho que logo mais vocês poderão perceber tudo isso por aqui também, e assim que eu me decidir que pessoa eu quero ser, eu conto pra vocês. haha

Não sei se tudo isso, todas essas decisões poderiam ou precisariam de ajuda. Não sei se é uma tarefa de um só. Imagino que sim. To bem perdida, me desculpem. Sim, todos à minha volta. Desculpa corpo. Desculpa todo mundo. Mas principalmente… Me desculpa, Camila, a menina que tem uma flecha tatuada perto do pulso, para lembrá-la de atingir seus objetivos e mesmo que tenha que regredir várias vezes
O melhor está por vir

sem ponto final

18maio 2014

#RealLife: Dormi na clínica, continuação do post anterior

Postado por às

Oi, Fucktastics! Bom, deixei em aberto o outro post e disse que contaria como foi, certo? Então vim aqui contar. Vim de Balneário para Blumenau, de ônibus, me AGUENTANDO pra não dormir (pois não poderia. Nem dormir, nem tomar nada que tenha cafeína e me deixe acordada) já que na noite anterior eu acordei lá pelas 3 horas da manhã por causa da BAITA trovoada que tava rolando do lado de fora. Acordei baita cansada e passei o dia todo sem produzir muito por causa disso. Fora que de manhã tive que andar pra lá e pra cá, e de tarde tentar me concentrar. (Professor me chamou a atenção milhões de vezes, MAS OK HAHAHA)
Cheguei em casa, comi, corri pro banho – passei SÓ shampoo e quase chorei pra pentear meu cabelo depois. Sequei, e nisso já tava meio atrasada. Catei tudo minhas coisas, livro, óculos, fone de ouvido, máscara pra dormir, toalhinha. Não usei nada depois HAHAHA Fomos pra clínica e lá já fui levada ao meu quarto. Era bem normalzinho e bonitinho. Uma cama de solteiro, com tv e… Bom, detalhezinho estranho né: Uma câmera em cima da tv, apontada para a cama. Nada que eu já não esperava. Banheiro e tal. Preenchi uma ficha com perguntas do tipo: De que horas à que horas eu durmo, se acordo durante a noite, se sinto algum tipo de formigamento nas pernas durante a noite(?), enfim… Telefonei pro namos e dei o boa noite de todo-santo-dia (devia eu ter posto na ficha que eu não consigo dormir logo se eu não ligar e dar boa noite pra ele?), coloquei o pijama e logo minha mãe foi embora. A mulher começou a colocar as “paradinhas” em mim, haha. Tinha um gelzinho antes (me garante ela que sai com água), e depois o elétron (ACHO que esse é o nome, quase nenhuma certeza ) e fita duréx. Enfim, fui preenchida por isso. Vários na cabeça, no peito, e até nas pernas. O dedo também, ela colocou a paradinha pra sentir o batimento cardíaco, e apertava. :/ bastante. Incomodava bastante. Tinha um treco que passava pelo nariz (Me senti a Hazel Grace do “A Culpa é das Estrelas”) , ia por trás das orelhas e aquilo apertava muuuuuuuuuuuuito. Apertou TANTO que acordei marcada, fiquei o dia inteiro vermelha assim (inclusive gravei um vídeo que logo mais vai pro canal , toda marcada hahah). Justamente essa parada ali, – que provavelmente serve pra ver se eu to respirando pelo nariz ou não – encostava de leve no meu nariz e me fazia querer dar leves coçadinhas. E a droga do pino quase ia pra dentro HAHAHA Triste, trágico, principalmente durante a noite.
Minha noite? Acordei milhões de vezes por que mal conseguia me mexer que já tinha fio, me embolava toda e acabava acordando, virar de lado era T&T (novamente: triste e trágico), e olha que tentei. Mas ok, espero que eles não levem em consideração essas acordadinhas durante a noite. Hehe.
Na verdade, depois que a mulher terminou de plugar tudo, – e depois que eu acabei com o meu repertório de piadinhas por estar um pouco nervosa tipo: “Quantos pacientes tem aqui hoje?” “Uns 4, na verdade!” “Bom, será que rola uma conexão então?” *Apontando para a cabeça*, que parecia realmente ser algum tipo de exame extraterrestre.
É, minhas piadinhas ontem estavam ótimas. Nervosismo + bêbada de sono = Piadinhas estilo pai. HAHA  Mas enfim, depois de tudo isso realmente acontecer eu capotei. Não sei como, acho que foi o cansaço mesmo. Capotei e acordei algumas vezes só. De manhã foi HARDCORE, a muié ligou as luzes na dura, e isso me dói MUITO ozóioooooooooooooooooooooooo!!! Era 6:10, liguei pra mãe me buscar e ela tinha perdido a hora hahahahaha Não sou a única que gostaria de ter dormido um pouco mais, então! Saí do prédio e nem tinha clareado o dia ainda. Havia até neblina. Voltei pra casa e dormi MUITO BEM até as 10h. Levantei e ajudei a mãe a fazer Onion Rings, que por sinal ficaram muito muito boas. E foi nossa primeira tentativa! NHAMMY!!
Apesar de tudo… Hmmm… Não, não. Não foi uma experiência muito boa. E agora é esperar o resultado. Eu realmente acho que não tenho nada com o sono, talvez rinite, como eu falei, mas nada muito grave. Bom, vamos rezar né galera? :))
Beijões da Camy!

16maio 2014

#RealLife: Vou dormir fora e assédio

Postado por às

Essa semana tive uma notícia no mínimo inusitada: Vou ter que dormir numa clínica/hospital para que eles possam me analisar. HAHA Estranho né? Mas não se preocupe, não tenho nada. São só exames para ver se minha desatenção pode vir daí, do meu sono – que talvez esteja errado. Há possibilidade de eu estar acordando inconscientemente durante a noite por causa da respiração (talvez eu tenha rinite alérgica, meu vô tem. E acho que esse pode ser o resultado máximo desta noite). Durmo respirando pelo nariz e durante a noite ao trocar a respiração para a boca (que não é certo), acabo “acordando”. Mas acho que eu durmo bem até. Capoto quando deito na cama, durmo das 22h30 (no máximo) às 6h30/7h. Não fico com muito sono durante o dia. Só a noite que começa a me bater o cansaço mental. Acho que isso deve vir do fato que to o dia todo trabalhando e estudando sem o remédio pro Déficit de Atenção. (Prometo que ainda faço um post bem bonito e simpático e explicativo, explicando tudo o que vocês precisam saber sobre o Transtorno de Déficit De Atenção! Wait and see)
Então, essa noite de sexta-feira, 16 de maio, dormirei com várias coisas plugadas na cara. E sei lá mais onde. HAHA Vai ser engraçado e inspirador, imagino. Vou ter que levar travesseiro e pijama confortável. Nada de maquiagem na cara, nada de cafeína o dia inteiro, nada de esmalte na unha e… SEM CONDICIONADOR NO CABELO. ÉÉÉÉÉ… Vou ter que só passar shampoo… Meu Deus, não quero nem ver isso! HAHAHAA Se quiserem, conto amanhã ou depois essa experiência pra vocês.

Ontem eu estava indo para o ponto de ônibus, e acabei me separando do meu namorado por tipo, 2 minutos, pois ele foi para um lado e eu para o outro. Porém, logo nos encontraríamos. Passei por um ponto de táxi e dois cidadãos – ou seriam homens da caverna? – começaram a “mexer” comigo. Coisas do tipo “Queria uma dessa pra mim…” etc. Prefiro nem lembrar. Um minuto depois, meu namorado aparece perguntando o que eles haviam falado para mim. Na hora a gente entra em desespero e mal lembra, é tão  repugnante, que chega a dar pânico. Antonio ficou muito preocupado, claro, ele chegou do meu lado e estava praticamente em prantos. Nunca fiquei assim tão mal por esse tipo de coisa, às vezes eu fico só ‘ai, que nojo’, mas dessa vez realmente me abalou. Voltei pra casa sozinha, e parecia meio perdida. Mas ok.
Na mesma semana, um professor passou um documentário sobre a Playboy. MEGAtendencioso, claro, parecia querer enfiar na nossa cabeça que a Playboy foi a melhor coisa que poderia existir para a libertação sexual (Como se isso fosse algo super bom também). Mas o que a Playboy fez? Liberou a sexualidade mais por parte dos homens, não é? Mulher ainda é muito reprimida, chamada de vários nomes por coisas que muitas vezes os homens fazem igual e são “beneficiados” ainda. Claro que a Playboy foi algo que devemos falar sim na aula de editorial de revista, afinal fez sucesso na época. Quando as coisas eram mais decentes. Mas enfim, essa seria uma discussão ainda maior. Eu não sei o que esses caras que ficam elogiando meninas por aí (isso que eu nem sou aquilo tudo.) acham que a gente vai fazer… Sério? “Oooo, gostosa!” “Oi, quer conhecer meus pais?” Por favor né. Sinto muito nojo disso. É desnecessário e só nos deixa desconfortáveis. Tinha passado o dia todo me sentindo meio pra baixo, meio feia, etc. Aí saio da facul e isso… Aumentou minha autoestima? Não. Por que não gosto de ser tratada assim, acho que nenhuma mulher gosta, sejamos francas.

Enfm, fucktastics, só desabafando um pouco da minha semana e de alguns pensamentos pra vocês.
Curtam as músicas que me deixaram viciada:
Beijinhos


22jan 2014

Resuminho do “fim de semana” + ENQUETE

Postado por às

Olá meus Fucktastics! Tudo bem com vocês? Espero que sim. Bom, tenho algumas coisas para contar/conversar com vocês então decidi fazer este post contando como foi meu fim de semana. Não que ele tenha sido MEGAespecial, mas acho legal contar um pouco da minha vida para vocês me conhecerem melhor. Vou fazer de quinta a terça por que sou RBD. Haha Quem me acompanha no Instagram já deve ter visto as fotos mas o legal é saber a história por trás delas! Booraaaa!

Quinta-feira, 16 de janeiro
Fui à Sommerfest com as amigas. Confesso que não sou muito de sair, festejar e tals. Mas eu estava precisando, fazia taaaanto tempo! E dançamos muito, até ficarmos totalmente encharcadas. Dá pra ver na foto que estou vermelha e com o cabelo colando na testa. Haha Sou mais descendente de italianos do que de alemães, mas me soltei nas dancinhas típicas! Muito divertido. Sair com AZAMIGAS é tudo de bom ♡

Sexta-feira, 17 de janeiro 
Acho que não fiz nada muito interessante na sexta. Haha. Apenas escrevi a segunda página do Diários, para postar no fim de semana. E baixei o app Snapchat. Já tive ele uma vez, mas não sabia ninguém que usava e acabei apagando mesmo 🙁 Porém na festa, as gurias falaram que usam, então aderi novamente ao aplicativo! E AGORA ESTOU VICIADA. #COMOLIDAR? Adicione lá que você vai receber muchas fotos loucas haha Snap: Camysfucktastic

Sábado, 18 de janeiro 
O amor faz coisas incríveis com a gente. Como zumbis loucos por cérebros, levantamos da cama cedíssimo para pegar um ônibus e enfrentar uma viagem de duas horas para ver aquela nossa pessoa especial. Matar a saudade é tão bom! Por isso que uma saudadezinha de vez em quando faz bem! O amor ensina também, que dá pra colocar/espremer tudo em uma mochila só. Pois é, pois é. Homens querendo que nós mulheres sejamos práticas. Por mim, levava duas mochilinhas. Mas ok né?! Quem precisa de shampoo, condicionador, toalha, e algumas opções de roupas né? Né? Né? Né? HAHAHA Homens… Então, chegando lá, almocei a comidinha gostosa que minha sogrinha sabe fazer, e de tarde fiquei assistindo o Lobo fazer “seu dever de casa” = Trabalhando. Pra quem não sabe ele é ilustrador. O melhor, claro. Haha Ele quem fez as ilustrações fofíssimas aqui do blog! Enquanto ele trabalhava, fiquei lendo o livro da Bruna Vieira, “Depois dos quinze”. Pois não quis levar o Sob A Redoma. (Tinha que caber TUDO numa mochila só!!!!) Mas só li duas páginas no mááximo, por que fiquei roubando a net dele, checando minhas rede sociais e claro, o snap!!! E logo fomos jogar haha A noite inventamos de fazer uma comida gostosa e assistir uns filmes. Vimos “Percy Jackson e o Mar de Monstros” e pela segunda vez o “Meu passado me condena”

Domingo, 19 de janeiro

Acordamos tarde (Ô coisa boa!), e tentei entrar em contato com a Bruna, que disse que iria estar na cidade (Balneário Camboriú) e tentamos nos ver. A doida queria nadar até a Ilha das Cabras! Isso dá uns 500 metros pra mais! A tarde fomos dar uma volta – eu e o namos – mas a dona Bruna não respondia mais. Hahah Então não deu pra se encontrar, mas foi uma ótima caminhada, um passeio muito bom, o dia estava lindo e a melhor companhia que tem! Ficamos até tarde jogando a demo do Little Big Planet, adorei, viciamos!

Segunda-feira, 20 de janeiro 
A programação era acordar, tomar banho, almoçar, arrumar as coisas, ir pra rodoviária, comprar minha passagem, dar uma volta no shopping (que fica do lado) e depois pegar o ônibus e voltar pra Blumenau. Porém, recebi um e-mail que mudou a programação. Tinha mandado meu currículo para uma vaga de estágio, e então a resposta que veio foi perguntando se poderia fazer a entrevista no dia seguinte, às 14hrs. E como estou precisando muito muito muito de um estágio, decidi ficar. Então durante a tarde dormimos um pouco, vimos tv, jogamos um pouco, tentamos achar algum restaurante japonês que entregasse em casa, que estivesse aberto e fosse barato. Error 404, not found. Até demos uma volta na quadra mas o restaurante que supostamente existia ali, virou pizzaria 🙁 Mama mia pizzaria! A noite vimos “Infectados” poréeééeemm… Não recomendo.

Terça-feira, 21 de janeiro
Acordei cedo com beijinhos no rosto ♡ (Durmo na sala, tá?) e falei “Mas é pra acordar só as 10:30/11:30, pra que assim tão cedo?” (9 horas hahaha) E voltamos a dormir. 11:30, tomei banho, me arrumei, sequei o cabelo, almoçamos e então sai. Tava MUITO quente e fomos a pé para a Univali, por que era perto. Então decidi ir de short e uma blusa qualquer e assim que chegar lá colocar uma calça – pra ficar descente – e uma blusinha mais bonitinha. Quem disse que eu consigo tirar a roupa tranquilamente? Estava toda melecada de suor – ew -, cabelo grudando, rosto vermelho e molhado. E a entrevista começava em 20 minutos! Então tentei secar um pouco o rosto e me taquei na calça (Ou taquei ela em mim, enfim). Mesmo morrendo de calor, suando um monte, subi para fazer a entrevista. Achei a proposta ótima. Tudo o que eu queria pra mim <3 Perfeito! Agora é só esperar a resposta. E torço para que SIM. Torço muito muito mesmo! Mas tenho medo de me decepcionar, então tento ficar mais tranquila. Se eu não conseguir esse, haverão outras portas que se abrirão. Mas eu queria muito que Deus tivesse aberto essa porta para que eu entrasse e ficasse e aproveitasse todo o ensinamento que ela tem para me dar! Por que finalmente me sinto pronta. Já fiz outras entrevistas, já mandei meu currículo para alguns lugares, mas acho que nunca me senti realmente preparada como hoje. Então o que tiver que ser, será. Rezem/torçam por mim .  Depois então, fui tomar um suco de limão e ligar para minha mãe, foi aí que tirei a foto. Depois eu e o Lobo fomos para o shopping passear haha Entrar na Livraria é ritual, né?! E fazer isso me faz lembrar que tenho que largar um pouco o computador e ler mais. Por que ler é muuuuuuuuuito gostoso. Muito muito mesmo. E tenho VÁRIOS livros pra ler!

Ah! Assisti uns vídeos que talvez vocês vão curtir: 
Jennifer Lawrence recebendo spoiler (Reação de geral quando recebemos um spoiler, né?!)
Confissões de um EMO (Veeeeeeeeelho)
Também hoje fiquei meio pensativa sobre o blog hoje. Lembrei que tenho que alterar algumas coisinhas nele, tipo o espaço dos comentários (QUE, ALIÁS, VOCÊS TEM QUE COMENTAR CARA!!!), tem a data dele que começou DO NADA a ficar fora do post (Essa vida de gente que faz o layout do blog SOZINHO – Ou seja, essa vida de DESIGNER -, não.é.fácil.) mas fiquei pensando principalmente no nome do blog. Às vezes fico em dúvida se é um nome realmente bom. Se é fácil de memorizar, se tem a ver com o blog… Enfim. Vejo que tem muitas blogueiras que têm nomes incomuns/em outra língua/grandes também. Alguns nem eu consigo compreender/falar. E algumas delas fazem BASTANTE sucesso também. E Camy’s Fucktastic tem muito o meu carinho. Me lembra de toda a história que tenho no Tumblr, eu já tenho os meus ‘Little Monsters’, ‘Beliebers’, ‘Lovatics’; Que são os meus Fucktastics ♥♥♥ Tem gente que até me chama de ‘Camys’, ‘Camysfucktastic’, de vez em quando como apelido mesmo. Logo logo pretendo passar para um domínio próprio também (.com, .br, sem o blogspot :D). Mas enfim, queria a ajuda e opiniões de vocês nisso! Se pudessem votar na enquete ia ser muito muito útil. Tem que ser sincero, viu? Em tudo na vida dá-se um jeito, certo? Então me ajuda aí! Em baixo do meu “Sobre” ali na foto, tem um bem grande “IMPORTANTE“, ali você vota! É secreto, viu?

Enfim meus amores, espero que tenham gostado de ter “passado” esses dias comigo. Haha Votem e sejam felizes! Beijão para vocês.
UP!