Textos | Escrito na Madrugada - Part 2

/ textos

31ago 2014

Me desculpa, Camila.

Postado por às

Como pode uma futura designer – que já executa um pouco da sua profissão – ficar sem imaginação para as próprias coisas, as pessoais, aquelas que necessitam de um autoconhecimento? Pois é, ultimamente parece que tenho descobrido que eu conheço bastante coisa, sei de muita coisa, estudo e gosto de estudar um pouco de tudo, mas me conhecer? Ta difícil. Já passaram por isso algum dia? Me sinto meio sozinha nisso. Como pode uma pessoa morar neste corpo, viver por aqui, conviver com as coisas, respirar, fazer, se interessar mas não realmente se conhecer? É meio estranho de pensar, e mais ainda de sentir. Me sinto quase uma marionete, alguém tem me levado por aí e feito as coisas que tenho feito no automático. Ou quase. Pois sinto que estou no caminho certo, só que ao chegar as ruas mais estreitas, não consigo me decidir qual pegar. Justamente por isso.
É como diz meu pai: “Quando você não sabe onde chegar, todos os caminhos levam à lugar nenhum”. É, pai. Estou nessa novamente.

Vou ser sincera, quase todas às vezes que tive que tomar alguma decisão na minha vida tinha que ser assim, no impulso, de repente. Natural, mas tão espontâneo que me deixa assustada. Seria assim mesmo que as coisas tem que ser?

De início tenho vontade e sei que preciso emagrecer mas acabo não tendo muitas forças para continuar com a disciplina que isso precisa. Até por que todas as dores que sinto no joelho, nas juntas em geral, não ajudam em nada. No fundo no fundo sei que preciso e também que sinto vontade de fazer exercícios. Ao subir um degrau de escada essa vontade já se vai. Vivo cansada. Ééééééééééé uma Zumbi ambulante que fala e escreve pra um blog também.

Não sei se esse bloquei todo de criatividade se dá pelos motivos
a) Fiquei algumas semanas em BC, e quando demoro assim pra voltar pra casa, já começo a ficar estressada e a criatividade indo embora. Não sei o motivo.
b) Coisas estressantes em casa
c) Coisas estressantes da faculdade 
d) Ou nenhuma dessas e eu que levo tudo muito no estresse. Ooooooo espinhas! Oooooooo ataque ao chocolate! 
Tenho que ser mais tranquila, aham. Já fui muito pior, sei também. Vamos melhorando de pouquinho em pouquinho então.

Vai ver – lá no fundo de novo – sinto que ninguém põe realmente “fé” em mim. Nos projetos que eu sempre tive, nas coisas das quais eu sou capaz. Inclusive eu, sempre me subestimei muito. Me desvalorizando e etc. Novamente, sinto que eu estou melhorando nisso,  porém não parece que depende só de mim. Convencer e mostrar aos outros que estão enganados sim, mas conseguir mudar a ideia, a impressão que as pessoas têm de mim, é difícil. Mas não impossível. Insegurança sempre fez parte de mim, infelizmente. Não sei em que ponto da minha vida adquiri esse “mau hábito”, nem sei onde vou realmente exterminá-lo. Aos poucos, aos poucos…

De alguns jeitos eu já sei como funciono, mas muita coisa ainda estou para descobrir. Me pergunto quanto tempo ainda falta pra descobrir, se não será tarde demais, esse é o meu medo. De descobrir tarde demais, de não conseguir realizar meus sonhos e todos os meus desejos.
Muitas mudanças estão por vir, sinto. Acho que logo mais vocês poderão perceber tudo isso por aqui também, e assim que eu me decidir que pessoa eu quero ser, eu conto pra vocês. haha

Não sei se tudo isso, todas essas decisões poderiam ou precisariam de ajuda. Não sei se é uma tarefa de um só. Imagino que sim. To bem perdida, me desculpem. Sim, todos à minha volta. Desculpa corpo. Desculpa todo mundo. Mas principalmente… Me desculpa, Camila, a menina que tem uma flecha tatuada perto do pulso, para lembrá-la de atingir seus objetivos e mesmo que tenha que regredir várias vezes
O melhor está por vir

sem ponto final

18maio 2014

#RealLife: Dormi na clínica, continuação do post anterior

Postado por às

Oi, Fucktastics! Bom, deixei em aberto o outro post e disse que contaria como foi, certo? Então vim aqui contar. Vim de Balneário para Blumenau, de ônibus, me AGUENTANDO pra não dormir (pois não poderia. Nem dormir, nem tomar nada que tenha cafeína e me deixe acordada) já que na noite anterior eu acordei lá pelas 3 horas da manhã por causa da BAITA trovoada que tava rolando do lado de fora. Acordei baita cansada e passei o dia todo sem produzir muito por causa disso. Fora que de manhã tive que andar pra lá e pra cá, e de tarde tentar me concentrar. (Professor me chamou a atenção milhões de vezes, MAS OK HAHAHA)
Cheguei em casa, comi, corri pro banho – passei SÓ shampoo e quase chorei pra pentear meu cabelo depois. Sequei, e nisso já tava meio atrasada. Catei tudo minhas coisas, livro, óculos, fone de ouvido, máscara pra dormir, toalhinha. Não usei nada depois HAHAHA Fomos pra clínica e lá já fui levada ao meu quarto. Era bem normalzinho e bonitinho. Uma cama de solteiro, com tv e… Bom, detalhezinho estranho né: Uma câmera em cima da tv, apontada para a cama. Nada que eu já não esperava. Banheiro e tal. Preenchi uma ficha com perguntas do tipo: De que horas à que horas eu durmo, se acordo durante a noite, se sinto algum tipo de formigamento nas pernas durante a noite(?), enfim… Telefonei pro namos e dei o boa noite de todo-santo-dia (devia eu ter posto na ficha que eu não consigo dormir logo se eu não ligar e dar boa noite pra ele?), coloquei o pijama e logo minha mãe foi embora. A mulher começou a colocar as “paradinhas” em mim, haha. Tinha um gelzinho antes (me garante ela que sai com água), e depois o elétron (ACHO que esse é o nome, quase nenhuma certeza ) e fita duréx. Enfim, fui preenchida por isso. Vários na cabeça, no peito, e até nas pernas. O dedo também, ela colocou a paradinha pra sentir o batimento cardíaco, e apertava. :/ bastante. Incomodava bastante. Tinha um treco que passava pelo nariz (Me senti a Hazel Grace do “A Culpa é das Estrelas”) , ia por trás das orelhas e aquilo apertava muuuuuuuuuuuuito. Apertou TANTO que acordei marcada, fiquei o dia inteiro vermelha assim (inclusive gravei um vídeo que logo mais vai pro canal , toda marcada hahah). Justamente essa parada ali, – que provavelmente serve pra ver se eu to respirando pelo nariz ou não – encostava de leve no meu nariz e me fazia querer dar leves coçadinhas. E a droga do pino quase ia pra dentro HAHAHA Triste, trágico, principalmente durante a noite.
Minha noite? Acordei milhões de vezes por que mal conseguia me mexer que já tinha fio, me embolava toda e acabava acordando, virar de lado era T&T (novamente: triste e trágico), e olha que tentei. Mas ok, espero que eles não levem em consideração essas acordadinhas durante a noite. Hehe.
Na verdade, depois que a mulher terminou de plugar tudo, – e depois que eu acabei com o meu repertório de piadinhas por estar um pouco nervosa tipo: “Quantos pacientes tem aqui hoje?” “Uns 4, na verdade!” “Bom, será que rola uma conexão então?” *Apontando para a cabeça*, que parecia realmente ser algum tipo de exame extraterrestre.
É, minhas piadinhas ontem estavam ótimas. Nervosismo + bêbada de sono = Piadinhas estilo pai. HAHA  Mas enfim, depois de tudo isso realmente acontecer eu capotei. Não sei como, acho que foi o cansaço mesmo. Capotei e acordei algumas vezes só. De manhã foi HARDCORE, a muié ligou as luzes na dura, e isso me dói MUITO ozóioooooooooooooooooooooooo!!! Era 6:10, liguei pra mãe me buscar e ela tinha perdido a hora hahahahaha Não sou a única que gostaria de ter dormido um pouco mais, então! Saí do prédio e nem tinha clareado o dia ainda. Havia até neblina. Voltei pra casa e dormi MUITO BEM até as 10h. Levantei e ajudei a mãe a fazer Onion Rings, que por sinal ficaram muito muito boas. E foi nossa primeira tentativa! NHAMMY!!
Apesar de tudo… Hmmm… Não, não. Não foi uma experiência muito boa. E agora é esperar o resultado. Eu realmente acho que não tenho nada com o sono, talvez rinite, como eu falei, mas nada muito grave. Bom, vamos rezar né galera? :))
Beijões da Camy!

08mar 2014

O dia do ano

Postado por às

Não é apenas o dia do sexo feminino. É um dia que marca, que  nos lembra (supostamente deveria) do quanto nossas ancestrais lutaram para que nós sejamos e possamos fazer o que hoje queremos e temos o direito. Se hoje podemos ter o nosso próprio negócio, se hoje podemos ser muito mais além do que donas de casa, foi por causa delas.  Imagine, naquela época, onde mal podiam abrir a boca para dar suas opiniões, tinham trabalhos pré-determinados (Quer ser professora? Quer ser autônoma? Quer ser dona de um empresa? Quer trabalhar numa fábrica lado a lado com homens? Quer ser motorista? Quer ser e exercer aquilo em que você tem talento? Sonha!), poder trabalhar e ter seu próprio dinheiro era triste e praticamente impossível, fora sofrer com o preconceito dos próprios “colegas de trabalho” (quando conseguido). Querer ser alguém naquela época era radical, e isso por diferenças anatômicas. Então, devemos usar esse dia para lembrar do nosso poder aqui. Não somos tão diferentes assim deles, quando “a água bate na bunda” a gente dá um jeito. A luz concerta, a barata é eliminada, as contas são pagas. 
Hoje, somos ícones. Praticamente dominamos tudo: Moda, comportamento, os homens, inclusive um país inteiro. Nos dias que se seguem, nada pode nos impedir de sermos o que queremos ser. Mulheres. O sexo forte. Claro, somos choronas, melosas, sensíveis, carentes… Mas passamos por TANTAS experiências assustadoras terríveis nas nossas vidas, que merecemos isso. Merecemos sim receber flores, depoimentos gigantescos ou pelo menos um “Feliz dia da mulher, você vale muito, te admiro“. Na real, merecemos isso o ano inteiro. Machismo nesse dia, ninguém merece. Não vou nem entrar no papo de “termos que pagar por absorventes” haha ou “nós damos a luz” “nós sentimos cólica e menstruamos”, etc.  Isso geraria uma boa conversa séria. Deixemos isso pra outro dia. No fim das contas…Não somos mulheres apenas dia 8, não fazemos nossas “mulherices” apenas dia 8. Somos mulheres sofremos o ano todo! Um dia em 365, tá bom né? Sorria, o “hoje” é nosso. Nós dominamos o mundo e sabemos disso. Mas façamos isso do lado de nossos parceiros, que é mais divertido. Feliz dia da mulher leitora, você vale muito, te admiro!

05mar 2014

Aqueles dias

Postado por às

Tô naqueles dias. Aqueles dias em que você escolhe ficar sozinho – enquanto o resto do país ta do lado de fora na maior folia-, dias em que ao olhar pra fora da janela só vê nuvens ameaçando chorar, que entope a cara de produtos para espinha, faz chá, vê séries enquanto faz as unhas, fica o dia inteiro de pijama e pantufa e ainda fica na dúvida se carrega o edredom pela casa consigo. Aqueles dias em que você da graças à Deus por ser feriado e tem vontade de só comer porcaria. Você liga a tv e lá se passa o futebol freneticamente narrado. Ouve, do lado de fora, mas não sabe se é mesmo chuva ou se são coisas da sua cabeça. Talvez o vizinho tomando banho? Nesses dias você geralmente se sente meio perdido, fica vendo vídeos bobos na internet (cachorrinhos fofos, bichos estranhos do fundo do mar ou até quem sabe um documentário sobre sereias), não sabe se continua ou não a ler aquele livro que te dá um sono… Comer, quer. Mas a preguiça de cozinhar algo complexo, é demais. O caminhar é parecido com o de um “Zumbi”. É. Você virou um zumbi. Mal come, mal faz alguma coisa, mal quer sair da sua cama quentinha. Foram dias que podiam ter sido utilizados para sair, farrear, gastar dinheiro em alguma comida gostosa, matar saudade daquela gente que não vê há tempo. Mas as escolhas foram suas e tens a consciência de que o dia para fazer essas outras coisas, outros dias movimentados virão e você simplesmente reservou esses para serem os dias calmos e “inúteis”. Querendo ou não também é um dia aproveitado.”Ah, mas você não fez nada”. E de vez em quando a gente precisa é disso mesmo: Não fazer nada, e com gosto de domingo.

Playlist para dias assim:

Um capuccino agora ia bem…
18fev 2014

Canseira de Segunda-feira

Postado por às

Hora da confissão minha gente: Estou muito feliz que alcançamos as 100 curtidas!Afinal, qualquer curtida é motivo de comemoração! E é muito importante que, se você realmente curte o blog e quer mais, compartilhe, siga, acompanhe e curta! Gosto e fico muito muito MUITO feliz quando me falam que acompanham o blog, gostam dele e ainda me dão sugestões! Teve uma pessoinha que me pediu post sobre roupas; Onde eu compro, etc. (Não esqueci não!haha) Mas como cada centavinho meu está sendo reservado pra minha câmera, não comprei nadica de nada pra mim este ano de 2014. (As compras do vídeo http://goo.gl/UtP5vX foram feitas ano passado como falei hahaha) Cada like, cada inscrição, cada visualizaçãozinha no canal, já me deixa feliz! Assim, estou cada vez mais tendo ideias para posts e coisas legais, porém o que me falta é tempo :'( Quero muito, assim que der, realizar sorteios com coisas bem bacanas *-* Se Deus quiser logo logo tudo o que eu tenho planejado, se concretizará! Uhul! Hoje ainda é segunda-feira mas o cansaço está grudado em mim desde o fim de semana mega-gostoso-e-familiar que tive! Como família é importante! Tenho um vídeo – de bastante tempo atrás na verdade – pra editar ainda. Bem engraçado e que fiz com uma amiga minha. Queria me pirar e fazer isso ainda hoje, porém, passei o DIA INTEIRO editando vídeo, ontem & hoje, portanto: Blergh. Mega. Cansada. Me preparei toda pra brincar um pouco com o Bigo, e quando estava pra descer as escadas… Chove. É, é, pois é. Aí fico na dúvida: Edito vídeo, vejo Breaking Bad (Baixei a primeira temporada, tão falando muito bem dessa série, to louca pra assistir!), leio, faço novos posts ou simplesmente fico olhando pro teto? Fora que ainda tenho que concertar 100% os comentários aqui no blog! Os do Facebook eu já consegui concertar (confirmem essa informação pra mim, por favor haha), agora falta os “normais”. Mas não deixem de comentar! Seja no face ou aqui na postagem mesmo, fico bem feliz! Tô com saudade dos meus amigos também, e até to sentindo falta da aula (que começa dia 24). Saudades até do meu chatinho preferido (cofcof namorado cofcof), mesmo tendo visto ele um pouquinho hoje. E estou ansiosa pra contar: Logo logo haverão mudanças por aqui! E quero deixar vocês bem informados – Na hora certa, claro! Mas é isso minha gente, espero que vocês tenham entendido o recado haha E que o comecinho de semana de vocês seja muito bom <3 Seja Fucktastic! Ah! Poucos de vocês sabem da minha paixão por Robbie Williams, mas aqui vai meu mais novo vício:

UP!